sexta-feira, 10 de janeiro de 2014

No Porto

Aproveitámos o facto de a nurse não trabalhar no primeiro fim-de-semana do ano para dar um passeio até à Invicta. Como éramos 3 casais e 2 meninas, optámos por ficar num apartamento (aliás, um loft) cheio de pinta, super central, que nos ficou ainda mais barato que as "pensões estrelinhas" onde costumamos ir parar (9€/noite por cada adulto!). Recomendo vivamente: Look at me.
A Luisinha a descansar neste banco original
Vista do andar de baixo
A mezzanine 
Quando chegámos ao Porto na sexta, já passava das dez, mas ainda havia fila de espera no Café Santiago. Se não tivéssemos crianças, teríamos esperado Não resistimos e esperámos a nossa vez de provar (uma vez mais) aquela que foi eleita pela TimeOut Porto como a melhor francesinha da cidade, e valeu a pena! Vale sempre, quando a fome não é pequena...
Contaram-me de manhã que tinha havido trovoada forte e chuva ininterrupta durante a noite, mas nada que interrompesse o meu sono pesado. De dia pouco choveu, e aproveitámos para percorrer a cidade no Yellow Bus (obrigado, Johnny!), com paragem em Gaia para o almoço. Na Foz, o mar estava especialmente forte e tirámos várias fotografias no mesmo local onde, dois dias depois, esta onda arrastou carros e um autocarro.
Ondas grandes na Foz
O jantar foi em casa do Pedro e da Isabel, onde estou sempre em família. A Luisinha gostou muito de brincar com a prima Isabelinha, embora ainda lutem pelos brinquedos, e ao longo da semana disse várias vezes que queria lá voltar para brincar com ela... e puxar-lhe os cabelos!
Domingo foi dia de missa (qualquer que seja a igreja escolhida, é inevitável encontrar um primo), de visita às exposições de Serralves, de conhecer o novo Mercado do Bom Sucesso, de fazer as despedidas e rumar a Lisboa, na certeza de que muito em breve teremos novos motivos para lá voltar.
Enviar um comentário