sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

Grande Ruben!

E por falar na Glam, quando há uns meses lançámos o livro do Juca, a reverter para a Casa das Cores, tivemos como embaixadores da campanha a Carla Rocha da RFM, a Oceana Basílio (do Bem-Vindos a Beirais) e o Ruben Amorim do Benfica (todos agenciados pela Glam).

Estava previsto que fossem todos ao lançamento do livro, na KidZania, e que o Ruben Amorim visitasse a Casa das Cores por esses dias. Mas, na véspera do lançamento, houve aquele Benfica-Sporting que foi um jogão (4-3, embora a pender para o lado errado) e ele lesionou-se no joelho e não pôde estar connosco. 

Evitamos levar visitas à Casa quando as crianças estão, porque é o espaço de privacidade onde elas vivem e já tem corrupio de gente que chegue. O apoio das empresas é fundamental para a Casa funcionar, e muitas vezes pedem-nos para a visitar (e nós temos orgulho em mostrá-la), mas tentamos que essas visitas institucionais aconteçam quando os miúdos estão na escola, para que essa parte da angariação lhes passe mais ao lado. Claro que, quando sabemos que é uma experiência gira para as próprias crianças, abrimos a excepção, e este era um desses casos. Os miúdos ficaram com pena da primeira vez que o Ruben não pôde ir, porque são todos do Benfica, e reagendámos a visita para a passada sexta-feira.
E foi de uma simpatia total! Respondeu às perguntas dos nossos aspirantes a futebolistas, visitou o quarto pela mão deles, e distribuiu fatos de treino por todos. Discreto, humilde, brincalhão e atento a fixar os nomes de todos, e não só: passados uns dias, teve o bonito gesto de mandar uma mensagem de parabéns à O. no dia dos seus anos. Como ele bem disse, quando lhe perguntaram se era muito chato estar lesionado e não poder jogar, "sim, mas há problemas bem mais importantes do que esses".

Não lhe pude desejar muito sucesso desportivo a nível colectivo, já se sabe, mas a nível pessoal desejei que tivesse mais oportunidades para jogar no Benfica (merecia) e que fosse convocado para o Mundial. E não perdi a ocasião para a foto da praxe, com a Luisinha que também foi a reboque do pai. 
Enviar um comentário