terça-feira, 8 de outubro de 2013

Diga 33

Eis-me chegado aos 33! Gosto muito de fazer anos e de fazer festa, por isso tirei o dia de folga, não para ir para a praia (esteve tempo para isso!) mas para ajudar na cozinha e nas arrumações - entre as duas famílias, tivemos cá 28 pessoas a jantar.
Ao segundo dia de regresso ao "infectário" depois da última quarentena, a Luisinha veio para casa com febre e dor de garganta, e festejou os anos do pai murchinha e de pijama, ela que estava toda excitada com a ideia da festa e que me tinha perguntado umas 20 vezes pelo bolo.

A marcar o dia, houve duas surpresas que me deixaram com  um enorme sorriso.
A primeira foi logo às 8 e meia da manhã, quando preparava a Luisinha para sairmos. Toca o telemóvel e dizem-me: «É o Tiago? Fala da Rádio Sim, só um momento que vai já entrar no ar!» E passados uns segundos estava à conversa live on air com o meu amigo José Manuel Monteiro, que além das manhãs da Sim apresenta o programa que eu preparo. Quantos anos fazia, como ia ser o dia e tal e tal... Muito bom!

Quanto à segunda surpresa, lembram-se de eu aqui vos ter falado do João Miguel Tavares? Há dias tinha oferecido o livro dele ao meu amigo Vasco e comentei que gostava mesmo do que ele escrevia, que já o tinha visto algumas vezes no infantário da Luisinha mas que nunca tinha tido lata para lhe falar. E precisamente hoje o Vasco e a Joana, também eles com um filho no mesmo infantário, cruzam-se lá com o JMT e pedem-lhe um autógrafo para mim. Além do autógrafo em si, que já tem muita piada, valeu ainda como empurrão: «agora tens mesmo de lhe ir falar!»  
Sem dúvida que os homens (também) precisam de mimo, e nada como um aniversário para um gajo ser muito bem mimado!
Enviar um comentário