domingo, 29 de setembro de 2013

As minhas autárquicas

Com cerca de 12.200 listas a disputarem as 3 cruzinhas que cada um de nós hoje vai fazer (Câmara Municipal, Assembleia Municipal e Assembleia de Freguesia), num país pequeno como o nosso, é fácil conhecer vários candidatos.
Em Lisboa, António Costa tem sido sempre correcto e disponível em relação à Casa das Cores, e a vereadora Helena Roseta (agora cabeça-de-lista à Assembleia Municipal) tem apoiado o trabalho do projecto Sentidos, que trabalha com as pessoas sem abrigo, pelo que o meu balanço (parcial) é positivo; não fosse a (estúpida, mas real) leitura nacional dos resultados, e não estaria ainda indeciso quando ao meu voto. Fernando Seara é sogro de uma amiga minha, mas não lhe vislumbro qualidades políticas nem obra feita para merecer o meu voto. João Ferreira estudou na turma de um grupo de amigas biólogas, um ano acima da Maria, e foi namorado de uma delas.
Nas juntas de freguesia, o candidato a Belém pelo PSD (e actual presidente) é pai da minha amiga Rita. Em Arroios, um vizinho e colega de futeboladas é o número 11 da lista PSD/CDS. Em São Vicente, conheço o número 4 pelo PSD/CDS. Na nova freguesia da Baixa (Santa Maria Maior), um velho conhecido das campanhas pró-vida é candidato pela Plataforma pela Cidadania.
Em Coimbra, estou a torcer para que o pai da minha amiga Ana se mantenha à frente da Câmara; é talvez a disputa que sigo mais ansioso, pela importância da cidade, pela confiança no candidato e pelas sondagens que dão um empate PSD-PS. Já na freguesia de Cernache, o coração divide-se, porque os pais de dois amigos concorrem em diferentes listas para a Junta: um é numero 2 pela CDU, outro é número 11 pelo PSD.
Em Mafra, gostava que a Alice Vieira, que conheço há pouco mas de quem gosto muito, ficasse à frente da Assembleia Municipal, a que concorre pelo PS.
Na minha família, tenho 2 primas direitas a participar nestas eleições: a Gabi encabeça a lista da CDU para a Assembleia Municipal do Peso da Régua e a Becas faz parte da lista PSD para a Assembleia Municipal de Torres Vedras. Espero que ambas sejam eleitas!
Pela negativa, espero ter o prazer de ver o Menezes perder a Câmara do Porto para o Rui Moreira. Uma vez, a caminho da Colômbia, tinha umas horas de escala em Newark e, como não dava para ir ao centro da cidade, aproveitei para visitar um outlet perto do aeroporto; nesse lugar improvável, fui encontrar o Rui Moreira com o Rui Oliveira e Costa (então colegas no Trio d'Ataque) e mulher, a entrarem carregados de compras para uma limusina; tirando este episódio à "pato bravo", até tenho boa impressão do homem, mas é sobretudo a má impressão do populista Menezes que me faz preferir este desfecho. Tal como gostava que o Basílio Horta levasse um bom chuto em Sintra.
Tudo motivos para seguir os resultados, como sempre, vidrado aos ecrãs da televisão e do computador, logo à noite!
Enviar um comentário