sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Hoje mesmo, há 10 anos!

Prometo que é o último post nostálgico desta sequência! Já sabem que sou um gajo dado a efemérides e comemorações...
2003 foi talvez o ano mais agitado da minha vida. Acabei o curso e fui ao Brasil na viagem de finalistas, tive o meu primeiro emprego, fui a Viena e aos Açores, tratei de tudo para concorrer ao mestrado em Londres... tudo coisas óptimas!
Mas o ponto alto do ano foi o que vivi em Montes Claros, uma cidade no interior de Minas Gerais, com a Catarina, a Mafalda, o Pedro e o Zé. E foi há precisamente 10 anos, que depois de um voo para Salvador e de 14 horas em ônibus, fomos recebidos já de noite na Rodoviária pela Irmã Rosalina (com quem estive há poucos dias). Passados uns minutos, estávamos já no nosso bairro de Santa Rafaela, onde fomos recebidos pela Dona Socorro e pela Deda.
Durante 2 meses, pisámos a poeira dos bairros para visitar as famílias e ir dar explicações às crianças. Ouvimos histórias pesadas de pobreza e violência, cruzámos território de traficantes, mas não foi tanto isto o que nos ficou na memória. Ficou, sim, o exemplo de superação de tantas vidas, os risos das crianças que corriam para nós, o abraço caloroso da "acolhida" à porta de cada celebração, a terna cumplicidade da nossa vizinha Maria, o ensinamento de que "o pouco com Deus é muito e o muito sem Deus é nada", as refeições e orações feitas diariamente entre nós.
Em 10 anos as nossas vidas deram muitas voltas, mas continuo muito próximo de cada um deste grupo. E tive a sorte de voltar 2 vezes a Montes Claros, primeiro sozinho em 2007, depois com a Maria na lua-de-mel. E através do Facebook, tenho sempre uma janela aberta para este lugar onde fomos tão felizes.
Enviar um comentário