segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Futebol de praia

Vivi toda a infância e juventude na Costa da Caparica, a dois passos da praia. Nos meses de verão, a praia era servida em 2 doses diárias, com pausa para almoço em casa. Como os meus pais nunca gostaram de praia, era com os irmãos que eu ia. Saltar as ondas e jogar à bola (com o grupo do vizinho CP) eram as actividades preferidas. Isto passava-se nas praias em frente a nossa casa, a do Marcelino ou a do Norte, praias onde deixei de ir durante muitos anos, porque a areia passou a ser escassa e as companhias me foram puxando mais para São João.
Este fim-de-semana voltei a essas praias, desta vez com a Luisinha. Ao meu colo, sentiu o mesmo misto de medo e adrenalina que eu sentia ao avançar pelo mar para ondas maiores. E naquele mesmo areal, jogou o seu primeiro futebol de praia, com a proficiência que aqui podem ver!
Enviar um comentário