segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Um jantar supimpa!

Para uma grande comemoração, um grande restaurante! O consenso foi, uma vez mais, imediato quando escolhemos onde ir nos anos de casados: o Sushic! Se fosse simplesmente por ser o restaurante do meu querido amigo Hugo, que há 5 anos se lançou na aventura de abrir um japonês de qualidade na Margem Sul, já seria motivo de sobra. Mas novamente comprovámos que não é por acaso que o Sushic foi considerado o segundo melhor japonês fora do Japão, com base nas avaliações do TripAdvisor. Como dizia a Maria, parafraseando um amigo, «parece que há uma festa na minha boca e todos estão convidados».
Desta vez, o Hugo não estava, tinha ido inaugurar um novo espaço em Sesimbra, e não vi logo o seu pai. Fomos preguiçosos na escolha e pedimos primeiro o que já conhecíamos: umas gyozas para entrada, um combinado de fusão e uma sangria, já que estávamos a comemorar as bodas de fruta. E estávamos perfeitamente satisfeitos com o que tínhamos na mesa, muitos furos acima de qualquer outro japonês.
Quando ia pedir mais, vi o pai do Hugo e fui cumprimentá-lo. A partir daqui, assumiu a escolha do que vinha para a nossa mesa: primeiro um tataki de espadarte, depois um sushi verde com um molho adocicado (não vi o nome) e, por fim, estes maravilhosos canelones de atum.
Rematámos com bolo de chocolate e pudim de gemas de Alcobaça (é fácil adivinhar quem comeu o quê), e brindámos com um moscatel, cortesia do nosso anfitrião Eduardo. É que além de comermos esplendidamente, somos sempre muito bem recebidos!

Esta fase com filhos pequenos não favorece os jantares a dois, mas vamos tentar que não passe um ano sem voltarmos ao Sushic. É que vale mesmo a pena!
Enviar um comentário